Geral: Onde estão os maiores tesouros da minha empresa?

Recentemente, o Google descreveu seu processo interno para documentar os erros e aprender com eles. O melhor é que isso pode ser aplicado em qualquer empresa. Para muitas pessoas e empresas, o fracasso é motivo para tristeza e lamentação. Mas há muito a se aprender com os erros.

Mas para realmente se tirar uma lição poderosa dos momentos de fracasso, é preciso ter um processo, uma metodologia, caso contrário, a empresa está fadada a repetir os erros. O processo usado pelo Google é simples, organizado e pode ser implementado em qualquer empresa. O nome é bastante apropriado: post-mortem, ou “autópsia”. Em resumo, são elas: 1ª) identifique os erros mais importantes que ocorrem na empresa; 2º) então, “registre” as falhas e reflita sobre elas: o que aconteceu, por que aconteceu…; e 3º) não busque culpados nesse processo.

É excelente que o Google, uma das empresas mais valorizadas do mundo, venha a público divulgar que tem um método simples para gerir e aprender com os erros. Mas é preciso dizer que essa ideia tem pelo menos 50 anos e que é importante incorporar mais alguns elementos da solução de problemas para um enfoque ainda mais efetivo. A Toyota é sem duvida o melhor exemplo de empresa que aprende com os erros e isso esta enraizado em sua cultura de tal forma que o modelo de gestão Toyota resumido em 4 parte, denominadas os 4 Ps da Toyota um deles é a solução de problemas.

Geral: Onde estão os maiores tesouros da minha empresa?
Geral: Onde estão os maiores tesouros da minha empresa?

A Toyota tornou-se na maior e mais valiosa empresa de automóveis do mundo em pouco mais de 60 anos de atuação, e a maior parcela de credito por todo esse crescimento é atribuído ao seu Sistema de Produção, não foi a toa que o livro de Womack e Jones denomina o Sistema Toyta de Produção como “A máquina que mudou o mundo”, onde foi batizado como sistema Lean, por ser um método ágil, eficiente, inovador e com infinidade de mudanças.

Desde os anos 60 que a Toyota trabalha com a idéia de que são verdadeiros tesouros os problemas que ocorrem no cotidiano da empresa (que envolvem erros, falhas, e qualquer outro tipo de desvio em relação ao desejado) e não devem ser escondidos ou camuflados. E é sabendo como lidar e aprender com os problemas e erros que as organizações realmente crescem. E também sempre enfatizou que o importante é identificar as causas, e não os culpados, melhorando os processos. A máxima lean é: ao se deparar com problemas, pergunte 5 vezes “por que”, e não 5 vezes “quem”. Em resumo o modelo de método de solução de problemas do lean é  1 – Estimule “expor problemas”, 2-  Pequenos ou grandes, todos problemas devem ser abordados, 3 Busque as “causas raízes” Para que a equipe aceite essa filosofia de aprimoramento contínuo, os líderes precisam admitir seus próprios erros e fracassos e documentá-los.

Autor: Cleyton Xavier Leite – Sócio-Diretor da Elevare – Excelência Operacional. Acesse o site da Elevare clicando aqui!

Gostou do artigo?

Então conheça alguns produtos nossos que ajudam a identificar e corrigir erros de processos na sua empresa!

Pro X – Controlador de Produção

EcoPower – Gerenciador de Secagem de Madeira

New Smart – Controlador de Secagem de Madeira

VU – Medidor de Umidade e Volume em Linha

UmiChip – Medidor de Umidade em Linha

Volume X – Medidor de Vazão em Linha

E muito mais clicando aqui! E baixe nosso catálogo geral aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *